Há duas realidades em cada forma de vida, a essencial, imortal e permanente, O Ser - É, e a existencial, mortal e impermanente, o ser - está. A consciência é o elo entre ambas, foi construindo-se aos poucos, lenta e gradativamente a cada experiência do Ser na matéria através do ser. Este, estagiando em cada reino da Natureza desenvolveu sentidos para que a informação captada durante a experiencia fosse transmitida ao Ser.

 

Começou seu percurso na matéria, no reino MINERAL. Nesta fase, ele - o ser aprendeu sobre existir em uma estrutura formal, agregando em si rudimentos da percepção tátil. No reino VEGETAL, vivenciou o equilíbrio e o movimento em crescer, o início, a base para os próximos sentidos a serem desenvolvidos na faixa ANIMAL de vida. Neste reino, o ser aprendeu sobre percepção de calor, olfativa, visual, gustativa e auditiva, foi onde desenvolveram-se as suas emoções através do instinto.

 

As emissões verbais, conceituais e personímicas, a percepção de outros eus em si e nos demais, o ser desenvolve somente no reino HOMINAL, onde o aspecto mental oferta estrutura. Nesta fase, as manifestações na forma são intensificadas e a complexidade do existir ampliada pela interação de diferentes eus configurando a personalidade, o ser - existencial. Estes eus foram forjados em locais distintos cujos contextos históricos únicos possibilitaram a ampliação da consciência de si e do Todo.

 

Ao longo da caminhada evolutiva consciencial, a tarefa primordial de toda personalidade é refletir sua essência Divina, porém, durante este processo de expansão da consciência na faixa hominal de Vida, o ser tem se identificado com a matéria, esquecendo-se de sua realidade essencial. Esta identificação ocorre por diversos fatores, dentre eles a própria percepção de si e do contexto o qual experimenta no agora, bem como a não consciência do antes do qual faz parte.

 

É necessário o ser assumir suas duas realidades internas, a essencial e a existencial, educando-se para possibilitar a expressão de sua Divindade, afinal, o homem é um ser espiritual numa experiência material, e, amplia sua consciência do Todo a cada escolha. Educação, neste caso, como meio de orientar, nutrir e apoiar o indivíduo para que este saia de um estado não consciente de si – onde se encontra – para um estado consciente - o qual deseja alcançar – possibilitando a expressão de sua abundância interior.

 

E, no IES, na ação de educar inclui-se a sensitividade, o sentido capaz de permitir ao ser perceber os vários eus existentes em si e nos demais indivíduos. Esta educação ampliada ao antes, a própria história evolutiva consciencial proporciona o fortalecimento da personalidade através da ressignificação, promovendo atualizações e a ampliação da consciência, reconciliando realidades distintas no presente.

 

Desta forma, a estruturação consciencial será estruturada e movimentada em duas direções concomitantes, uma na verticalidade e outra na horizontalidade. A verticalidade articulando todos esses eus existentes em cada indivíduo, são fragmentos psíquicos acrescidos no tempo/espaço a cada experiência do Ser através do ser na matéria. A horizontalidade diz respeito a todos os outros seres em ressonância com o estado mentoemocional do indivíduo, logo, a estruturação da consciência é produto da conjugação destas duas direções.

 

O IES – SER E CONSCIÊNCIA propõe a estruturação da personalidade para a expressão da realidade Divina presente em cada indivíduo.

            ser o que precisa o Ser!

Rua Estrela do Indaiá, 99 - Vila Albertina, São 

Paulo

WhatsApp: (11) 99213 - 5599

E-mail: contato@iessereconsciência.com

  • Instagram - Black Circle
  • Black Facebook Icon

Rua Estrela do Indaiá, 99

Tremembé, São Paulo, SP

WhatsApp: (11) 99213 - 5599

(11) 96643 - 6551

contato@institutosereconsciencia.com.br