PROJETO SOCIAL

O projeto social do Instituto de Educação da Sensitividade Ser e Consciência teve início em 2011, na casa da fundadora e diretora Elizandra Cordeiro Diniz. Na época, o trabalho era um grupo de estudos apométricos embasado nos trabalhos pioneiros de José Lacerda de Azevedo e José Godinho.

 

Desde o princípio, a cada semana, um integrante do grupo era tratado com a técnica terapêutica, a Captação Psíquica. Esta abordagem psíquica foi desenvolvida por José Godinho e aperfeiçoada no período em que Elizandra trabalhava como uma de suas captadoras psíquicas, em seu consultório e em seus cursos de formação em TVP.

 

 O grupo de estudos, com o passar do tempo, teve a percepção conjunta da semelhança existente em suas bases emocionais e mentais. Suas questões internas eram muito parecidas e envolviam vários aspectos de suas vidas. Sofriam dos mesmos males e, portanto, carregavam praticamente as mesmas dores. Continuaram estudando e praticando, e quando sentiram-se prontos, resolveram juntos alugar um espaço para iniciarem os atendimentos de pessoas externas ao estudo.

 

E assim nasceu o Projeto Social – Ser e Consciência, que, desde a sua fundação, foi ampliado ano após ano, a partir de múltiplos conhecimentos, desde a tradição Hindu a Antroposofia, o Xamanismo, o Espiritismo e a Psicologia.  Recentemente, a convite do Dr. Eurípedes de Barsanulfo, o projeto foi uma vez mais uma vez reorganizado e reestruturado para abarcar a esfera física do ser, e para isto, mais etapas além da captação psíquica foram incluídas ao Projeto. Atualmente, o atendimento presencial é composto por sete etapas.

 

O que não mudou desde a sua fundação foi o cultivo do amor e do comprometimento, provindo da boa vontade de vários integrantes, pessoas estudiosas e abertas, verdadeiramente interessadas em aprofundarem-se em auto amor e autoconhecimento, estendendo aos demais os seus ganhos internos. Cada um deles recebe todo atendido como uma ponte para si, para suas dores e questões, logo, o crescimento interno de cada estudante formado segue junto de cada atendido recebido no Projeto Social IES – Ser e Consciência.

 

Cada ser cuidando de si com amor e comprometimento, é a maneira IES – Ser e Consciência de contribuir para a construção de um mundo melhor, a partir do início, a partir do ser, afinal, cada qual só fará pelo outro o que tiver feito por si primeiro.

 

Hoje em dia para se tornar um estudante formado apto a aplicar as técnicas no Projeto Social IES – Ser e Consciência, cada integrante tem no mínimo dois anos de estudos voltados ao autoconhecimento e o auto amor,  compreendendo o funcionamento dos campos psíquicos emanados pelo ser e as interações de todas as formas de vida conhecidas.

 

O caminho voltado para o Projeto Social é o de Educação da Sensitividade, cuja grade de primeiro semestre é o funcionamento do psiquismo; o segundo semestre conhecimento da captação psíquica e os campos psíquicos; o terceiro semestre diferenciar campos psíquicos anímicos dos espirituais, sendo que, a partir do segundo semestre, cada aluno já começa a cuidar de seus colegas de classe com a Técnica Terapêutica Integrativa de Consciência - a Captação Psíquica. No quarto semestre o aluno estagia no Projeto Social em funcionamento, sempre supervisionado pelos alunos formados.

 

O tratamento proposto no Projeto Social consiste em cuidar do psiquismo humano em seus múltiplos aspectos: mental, emocional, comportamental e conectivo. Auxilia tratando medos, inseguranças, conflitos, doenças físicas, psicológicas, comportamentais, sentimentos/emoções, dos quais não se localiza a causa, apenas sente-se, incomoda e muitas vezes, pode até ser impeditivo de seguir a vida com serenidade, podendo-se, inclusive, resultar em inúmeras enfermidades. É composto de sete etapas, e, pode ser concluído em até oito atendimentos semanais consecutivos, sempre com dia e hora marcados.

 

No primeiro encontro com a equipe ocorre a Triagem, esta, é feita por um terapeuta sensitivo formado pelo IES e responsável por uma das unidades, São Paulo, Santos ou Avaré, e, de acordo com a queixa apresentada, lhe será indicada a linha de tratamento.

Após a Triagem, o atendido será encaminhado para a recepção onde aguardará a próxima etapa; a Desintoxicação Áurica, processo terapêutico no qual com os elementos Fogo e Ar, a aura do atendido será higienizada. Em seguida, irá para a Reestruturação Áurica, onde, com os elementos Terra e Água, a aura do atendido será reestruturada com plantas especificas para cada chakra. Já na Desmagnetização Traumática, o tratamento ocorre em dois sentidos, do sutil para o físico, com o Desdobramento Consciente e do físico para o sutil, através da aplicação de óleos essenciais ativados e potencializados pelo trabalhador.

Na quinta etapa, o atendido passa pela Captação Psíquica, Técnica Tetrapêutica Integrativa de Consciência, cuja dupla de alunos formados de maneira sintônica e sincrônica, sintoniza, mentalmente, um fragmento do psiquismo do atendido, o qual será amorosamente esclarecido. A Captação Psíquica é possível, devido ao fato da consciência do Ser estar fragmentada. A fragmentação consciencial acontece por diversas razões, dentre elas, recalques, traumas e apegos. Em suma, são situações muito difíceis de serem experienciadas, devido a sua alta carga emocional, e, para garantir a fluidez da existência no momento da ocorrência do evento, a consciência dissocia-se, uma parte dela segue e outra permanece em looping revivendo o evento. Durante a Captação Psíquica sintoniza-se o fragmento em looping e, este será esclarecido a respeito de sua situação momentânea. Após encaminhado à dimensões paralelas, nas quais será cuidado, permanecerá aparte até reintegrar-se à consciência total do Ser do qual pertence.

Após a Captação, o atendido passará pela Harmonização Áurica, onde ocorre o selamento da Aura com a transferência de energia, utilizando os chakras das mãos.

Quando do término do tratamento, na última semana, o atendido passará pela Orientação, onde, o mesmo terapeuta da triagem fará um apanhado de todo o processo vivido, ampliando a questão e, juntos, avaliarão sua melhora. 

Funcionamento

Os atendimentos acontecem às segundas e às quartas-feiras, sendo que o tratamento deve ser concluído na célula iniciada. E, em consideração aos atendidos do Projeto Social e por compreendermos as dificuldades de deslocamento de qualquer paulistano, abrimos as portas do IES - Ser e Consciência às 18:00. Oferecemos um espaço confortável, água fresca, chá e toaletes. No entanto, os trabalhos se iniciam às 20:00.

Ao chegar no IES, ser-lhe-á entregue uma ficha de controle referente aos horários de chegada; antes de assinar, por favor, confira. Os atendimentos são organizados por ordem de chegada, exceto aqueles que passarão pela Captação Psíquica. Estes receberão fichas vermelhas e terão prioridade, as demais, serão organizadas pela ordem de chegada.

É essencial comprometer-se com o processo terapêutico, pois a cada semana uma etapa do tratamento é concluída. Confirmaremos, então, sua presença pelo WhatsApp semanalmente. Como as vagas na sala de Captação Psíquica são organizadas com antecedência para todo o tratamento, faltas sem avisar previamente acarretam o cancelamento do processo, ocorrendo para o atendido um recomeço, quando houver disponibilidade de nova vaga. 

Saiba um pouco mais sobre como será o seu ciclo conosco:

 

Unidades que oferecem o Projeto Social - IES:

Frente.jpeg
  • Instagram - Black Circle
  • Black Facebook Icon

Rua Estrela do Indaiá, 99

Tremembé, São Paulo, SP

WhatsApp: (11) 99213 - 5599

(11) 96643 - 6551

contato@institutosereconsciencia.com.br